Miedo

“Medo de errar. Sempre tive. Medo de errar é que é a minha paciência. Mal. O senhor fia? Pudesse tirar de si esse medo-de-errar, a gente estava salva.” – Guimarães Rosa in Grande Sertão: Veredas. *********************** Hoje os vôos foram pequenos Para tantas asas. E o avião que partiu Ainda não era você. Hoje o…

Tantra Cacofônico

“A indiferença reflete um acordo, tácito e dúbio, com os excrementos.” – Osman Lins in Avalovara. …………………. Trombadinha Tumba – Tuba – Tráfego Tanto trauma Tanta transa – tantra? – Tanto trânsito – parado – (contracenso): Contracapa que não escrevi Caixa, craque, carros, cracolândia Cacofonia de ecos quietos Quadradas mentes Quadrados mundos Quadros furtados Pára…

Contentamento

Contentamento Comtendas Comportas Comtudo (tudo?) Mais livre, porém, Se Comtestamento advertido em ação: Contestação.

Per te

  Uma boca       Um café             Outro café                    Outra boca   Paroleparoleparoleparoleparoleparoleparole   Onde o silêncio? Onde a pá e a lavra?   (E a pergunta queimava no bule. Indizível. Quieta. Muda. Talvez a única parte inteira da noite, que começava pela metade.)

A esmo

Porque é assim Tiro a foto que guarda: momento de se calar. E porque não é (só) assim Vou tirar outra foto Quando quiser Regressar E a manhã está linda E quero tudo Amor e indiferença -E porque o outono não existe apenas para justificar a primavera- Escrevo de novo Na foto que ainda vou…

Vazada

Vi o objeto ao varal Vermelho Despudoradamente livro Livre De minhas mãos – que tentavam, em vão, segura-lo – Vazava Do romance-poema Espirais e quadrados Vi o objeto-varal Despudoradamente velho Vermelho-livre Livro de minhas mãos Vãs Vão vazava Avalovara-romance Poema de quadrados espirais Devorei-o Despudoradamente vermelha Velha veia vã Desmedidamente vazada Aglutinada Espiralada Enquadrada ao…

Nu entanto

(Gustavo Saba) Aventura na Casa Atarracada   Movido contraditoriamente por desejo e ironia não disse mas soltou, numa noite fria, aparentemente desalmado; – Te pego lá na esquina, na palpitação da jugular, com soro de verdade e meia, bem na veia, e cimento armado para o primeiro a andar. Ao que ela teria contestado, não,…

454 Sampas

De um baiano: … de outro baiano: de japoneses húngaros italianos de Santa Rita de Sampa de tráfegos e tráficos de corredores abarrotados São Paulo é todas é de todos nós: megalópole-garoa (que) des- constrói coisas/belas Sou eu é você são elas apartando cidades no meu peito.

It´s just something that we do

Vontade de viver assim: um pouco mais à vista, um pouco mais à toa, um pouco mais garoa, com muito mais cartão. Vontade de escrever assim: um pouco mais na brisa, um tanto mais na brasa, Deus disse: “desce e arrasa” e aqui, algum botão. Vontade, aqui, de espinhos e poucas mãos sangrando. Vontade, mesmo,…

(Antiga…)

Eu Olhares Faces Sorrisos Facetas Língua Boca Buceta Poros Nós Bocas Dentes Línguas Trava-línguas Gengivas Pedras Água, sal Falo, falos, conversas, teclados, visores, ouvidos-sem-tímpanos, palavras, pá-lavras, idéias, sementes, projetos, fuga, não-dito, mal-dito, ditados, deitados, silêncios, calados, cálidos, sozinhos, caminhos, buracos, frio, solidão, joguinhos, textículos, machados, flores-sem-papel, promessas, vírgulas, pontes Você

Exercício

Um tanto distraída – mas eu vi o olhar que vc guardou no canto dos olhos ontem [e guardei pra mim… Inconseqüente – agüente minhas exclamações exageradas [seguidas de interrogações cortantes, talvez… Apaixonada – com certo silêncio contido na garganta [à custa de vinho nem sempre barato Apaixonada II – gritos preenchem suspiros [e lexotan…