Coisas da vida

Quando a lua apareceu Ninguém sonhava mais do que eu Já era tarde Mas a noite é uma criança distraída Depois que eu envelhecer Ninguém precisa mais me dizer Como é estranho ser humano Nessas horas de partida É o fim da picada Depois da estrada começa Uma grande avenida No fim da avenida Existe…

carta ao pai

Não pai, por aqui ainda nada mudou. Não tivemos tempo de ensinar o gato a falar, não avisei os contadores de tua partida e nem os móveis chegaram de São Paulo. Não, nada mudou. A novela acabou e foi aquela mesma lenga-lenga das 6h, a chuva continua entrando pelas frestas das janelas mal fechadas, e…

( )

Vovô foi viajar Esqueceu os documentos Deixou as roupas Pra nunca mais Dormiu

Avôhai

Já me fiz a guerra por não saber Que esta terra encerra meu bem querer E jamais termina meu caminhar Só o amor me ensina onde vou chegar (Por onde for quero ser seu par).   Avôhai: a casa mais silenciosa. As portas um pouco encostadas. Vidraças um tanto embaçadas e olhos já sem o…

Pessach

Às vezes eu me pergunto: qual a vantagem de saber escrever quando não se sabe dizer, em palavras, aquilo que realmente se está sentindo? E qual o valor das palavras quando tudo o que se tem dentro e fora de si é solidão? Quando os amores calaram e as amizades se distanciaram; quando os laços…

Resposta(s) aberta(s) a um Passageiro

(Gustavo Saba – Erosão de Eros) Todos os lugares, Hoje de 2008 Num impulso de lhe responder, sem querer me conheci. E me abri a novas perguntas. Mas pretendo editá-las ao longo do caminho, sem me adiar demais, sem me amar de menos. E posso dizer que, se fosse, agora, dar nome ao disparate abaixo,…

It´s just something that we do

Vontade de viver assim: um pouco mais à vista, um pouco mais à toa, um pouco mais garoa, com muito mais cartão. Vontade de escrever assim: um pouco mais na brisa, um tanto mais na brasa, Deus disse: “desce e arrasa” e aqui, algum botão. Vontade, aqui, de espinhos e poucas mãos sangrando. Vontade, mesmo,…

(Antiga…)

Eu Olhares Faces Sorrisos Facetas Língua Boca Buceta Poros Nós Bocas Dentes Línguas Trava-línguas Gengivas Pedras Água, sal Falo, falos, conversas, teclados, visores, ouvidos-sem-tímpanos, palavras, pá-lavras, idéias, sementes, projetos, fuga, não-dito, mal-dito, ditados, deitados, silêncios, calados, cálidos, sozinhos, caminhos, buracos, frio, solidão, joguinhos, textículos, machados, flores-sem-papel, promessas, vírgulas, pontes Você

Exercício

Um tanto distraída – mas eu vi o olhar que vc guardou no canto dos olhos ontem [e guardei pra mim… Inconseqüente – agüente minhas exclamações exageradas [seguidas de interrogações cortantes, talvez… Apaixonada – com certo silêncio contido na garganta [à custa de vinho nem sempre barato Apaixonada II – gritos preenchem suspiros [e lexotan…

é minha Lei

vou desarrumar as caixas que vc arrumou – sem meu consentimento – no fundo do armário as cartas estavam em ordem sim, embora vc não soubesse entender as letras molhadas de cada papel (por que as pessoas sempre perguntam de seu namorado em véspera de seu aniversário? “Já quase 30! Dá pra casar, está esperando…