Lições de pensamento estratégico de pilotos de caça

Mais uma vez, quero agradecer o artigo abaixo a meu consultor, Luiz Antônio Gentile Jr., da Germinal-Cultura e Desenvolvimento Organizacional.

Stephen Lynch

Chief Operating Officer – Global Operations – RESULTS.com

O ciclo OODA (observar, orientar-se, decidir, agir) era um conceito aplicado originalmente para pilotos de combate, desenvolvido pelo Coronel John Boyd da USAF. OODA, desde então, tornou-se um conceito importante, tanto na estratégia militar como na estratégia de negócios.

Atualmente, as rápidas mudanças no ambiente de negócios criam a oportunidade para as empresas obterem uma vantagem competitiva se elas puderem compreender o impacto das mudanças ambientais, e responder com as ações corretas – mais rapidamente do que os concorrentes.

Considere-se um piloto de caças envolvido em uma disputa com aviões inimigos. Uma das ideias vencedoras de Boyd sobre combate aéreo foi a necessidade de mudança de velocidade e direção mais rapidamente do que o adversário. Usando o processo OODA, o piloto deve pensar e agir mais rápido que o oponente. Isso coloca os adversários fora de equilíbrio e aumenta a probabilidade de vitória.

O mesmo princípio opera hoje (em um prazo mais longo) no hiper competitivo cenário dos negócios, cada vez mais globalizado. A aplicação pró-ativa e consciente do processo OODA pode dar à sua empresa uma vantagem sobre um concorrente que está apenas reagindo às condições na medida em que elas ocorrem, ou que tem pouca consciência do impacto estratégico das forças que irão moldar sua indústria num futuro próximo.

Observar:

Como líder empresarial, você deve levantar a cabeça para fora das atividades usuais de negócio do seu dia a dia e realizar uma disciplinada análise estratégica dos principais fatores que estão impactando – ou sejam susceptíveis de ter impacto na sua indústria no futuro próximo. Recomendamos uma análise aprofundada estratégica, uma vez por ano, com uma análise estratégica a cada trimestre.

Orientar-se:

Isto é onde você vai sintetizar os dados e as hipóteses formuladas sobre a evolução da situação. Como você vê esses fatores se desenrolando ao longo dos próximos 3-5 anos? Quais são os movimentos que os outros jogadores em seu setor estão propensos a fazer? Que movimentos você precisa fazer para resolver estas situações?

Decidir:

É trabalho do líder decidir. Os militares ensinam seus oficiais que qualquer decisão é melhor que nenhuma decisão. A decisão de “nada fazer” ainda é uma opção a ser considerada mas ela precisa ser uma escolha consciente. Apenas estar sentado realizando os negócios como de costume, e esperando que as coisas melhorem, não é uma estratégia!

Agir:

Infelizmente, pesquisa da Harvard mostra que 90% das estratégias falham devido à má execução. Os 10% de empresas que podem efetivamente definir e executar uma estratégia de vitória, são aquelas que empregam uma metodologia de execução estratégica disciplinada, enraizaram estes processos como parte de seu “DNA” empresarial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s