Território paulistano: a literatura do desmanche

em

curadoria
Maria Helena Pinho e Márcia Denser
debatedores
Mário Bortolotto e Reinaldo Moraes
mediação
Márcia Denser


Quinta, 9 de setembro, das 19h às 21h
Sala de Debates / Centro Cultural São Paulo
realização: Divisão de Bibliotecas do CCSP


Se a Literatura é a empresa de conquista verbal da realidade, contemporaneamente, a cidade é território devastado, do qual Sampa é o paradigma brasileiro. Mário Bortolotto e Reinaldo Moraes são prosadores cujas poéticas se constroem a partir da degradação da sociedade e do desmanche do projeto de País. Seu alvo: o universo da classe média urbana. Suas obras são um testemunho implacável dessa realidade plastificada e sem esperanças. A temática vai abranger Literatura, Mercantilização, Desmanche, Novas Estéticas e Espaços de Resistência.


Obs: Será entregue certificado aos participantes do evento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s