Do fim de maio até agora

Boa tarde, amigos!

Para quem só tem notícias minhas pelo blog, devo avisar que a vida anda bem, e corrida, como de costume. Não sumi por preguiça nem, muito menos, por falta de assunto. E, a esta altura, vocês devem estar imaginando o que eu ando aprontando por aí. Conto por cima (que o “por baixo” é incontável).

Como muitos já sabem, boa parte de minha existência é completamente voltada à editora. Por isso, manter o blog e o twitter atualizados já não são tarefas tão simples. Soma-se a isto, a criação de nossa página no Facebook, além de projetos mirabolantes de salvar o mundo editorial das reticências completas. Estou falando de Nós que Adoramos um Documentário, de Ana Rusche, dos Poemas para o Século XX, de Rafael Rocha Daud, e outras extravagâncias deliciosas.

No final do mês de maio, tivemos o lindo evento de Poesia Maloqueirista no PPP (Parlapatões, Patifes e Paspalhões), na nossa amada e inesquecível praça Roosevelt – onde paulistanos de nascença e de coração se encontram quase que diariamente para saudar a boemia. É lindo! A quem ainda não foi: super recomendo. Voltando à narrativa: o evento estava fabuloso, repleto de poetas, músicos, bruxos e amantes da arte. Daí, você pensa que não pode ficar melhor… e eis que surge: Ana Rüsche, Rafael Daud, Felipe Sentelhas e Maiara Gouveia se unem à mim e à Fabiana Muliterno. Entre fotos, risadas e muitas cervejas, conspirações sobre os novos livros de Ana e de Daud, que eu, em nome de minha editora, claro, vou ajudar a publicar! Prazerzíssimo maior que este não poderia haver!

Os que têm acompanhado o blog da Ourivesaria da Palavra, devem estar se perguntando: mas esta doida não disse que eles só voltariam a editar livros lá pelo fim de julho? Pois é, amigos: disse. Mas a vida dá voltas, oportunidades surgem e eu não poderia recusar um presente desses.

Abaixo, fotos do encontro (cedidas por Ana Rüsche em sua infinita humildade… hehhehe). E, claro, mais notícias sobre os livros citados, em breve… MUITO BREVE! Aguarde.

Canja de Wesley Nóog
Canja de Wesley Nóog
Ana Rüsche e eu
Ana Rüsche e eu
Era um palco iluminado...
Era um palco iluminado...
Maiara e Sentelhas, não necessariamente nesta ordem...
Maiara e Sentelhas, não necessariamente nesta ordem...
Daud e eu, após algumas cervejas
Daud e eu, após algumas cervejas
Sentelhas e Daud, na pré-edição do vídeo que gravamos caipirinhas mais tarde...
Sentelhas e Daud, na pré-edição do vídeo que gravamos caipirinhas mais tarde...
Eu e Fabiana Muliterno, amiga desde sempre
Eu e Fabiana Muliterno, amiga desde sempre
Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Ah…saudade dessas idas e vindas e paradas paulistanas…grandes projetos Bea (e não Bia!)…grandes noitadas…saudade disso tudo…eemjulho ando por aí…te pagoaquele café, lembra?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s