nightmare

abismo2

não tinha medo de quebrar gestos, raspar o gelo, lamber por ócio a indiferença. não tinha. o prazer era tudo o que sabia fazer. ócio. ambiguidade. indigestão. quebrou.

ele veio e lhe disse nos olhos
não-olhando
(face conjugada com a morte da doçura)
:
melhor pararmos por aqui. te amo demais e tenho medo de sufocar.

faz sentido?

nunca fez. nem juntos… por que fariam separados?

– a colher abaixo do travesseiro
reti(n)a
as lágrimas caídas por descuido –

cuide de tudo
cuide de si

(exposição? não. seu talento era para a histeria.)

cuidado: era tudo o que ele não teve ao rasgar a porta cortando-lhe os pulsos
aindapulsa
lamba a colher menina-sonho. e escolha a melhor hora para pul

AR!

faz diferença estar aqui dentro ou lá embaixo?

e se amanhã eu não lhe escrever, saiba que meus olhos ainda estão com você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s