Cem pés

em

amor1.jpg
(ilustração Vera Basile)

Pode parecer tristeza
mas é só saudade.
Pode parecer loucura
mas é esperança.
Pode parecer destino
mas é solidão.

Sabe, às vezes é difícil separarmos o que é dor de realidade e o que é medo de ilusão.
Queria dividir.
Estava tão perto e tão distante. Nossos lábios ali, deixando tudo para depois. Mais-uma-noite-consumida-em-beijos-poucas-palavras. Me conta.

Um copo mais de você
se vicia, mata, consome…

Me traz um pouco de paz neste universo finito. Segura teus olhos no meu medo e me espera acabar. Ar.
Despe estas caras felizes, estes sorrisos-tudo-bem,
olha bem
que não custa esperar um pouco para ver direito.

…também descansa.

Se a tristeza
faz par com a saudade,
se a loucura
insiste em ser esperança,
queria dividir
este copo de veneno
tão-um-prá-lá-um-prá-cá
com a serpente que, sem pés,
cem pés
me pisaram um dia.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. verabasile disse:

    Bia!!!!
    lindo, lindo, lindo….fiquei sem palavras, pq vc já disse tudo e tão bem dito e explicado…lindo, lindo, lindo…te ler me emociona demais.
    um grande beijo

  2. Me vi em tuas palavras. Tão belo e inteiro.Abraço.Visite-me.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s