Fragmentos de vertigem – Parte 1

sentada_g.jpg

(In)

 

Inexorável:

  • Meu medo do óbvio;
  • O fascínio do escuro;
  • Minha vontade de mar.

Indescritível:

  • O vazio entre as bocas;
  • Minha-Tua -que não é nossa- (i)lógica;
  •  O eco do assombro.

Inexigível:

  • Aquilo a que te propunhas;
  • O prato que não nos saciou;
  • Tua fome about us.

Inexplorado:

  • O apelo dos sentidos;
  • Os anti-reversos de nossa história;
  • Seguida de mais uma história, meu amor.

Intransponível:

  • Minha sede escancarada;
  • Tua boca sepulcrada;
  • O susto na pupila vermelha.

E o resto é o resto é o resto. PastTense que eu demoraria a vomitar.
(Faz sentido calcular o volume do olhar? – Pois é tudo o que tenho.)

mente.

(Out)

 

Outar:

  • Option is not an option. Ou pelo menos não era. Até que

Outubro:

  • veio, e em dezembro não pude escapar.

Outorgador:

  • Não fui eu… Tenho provas!

Outono:

  • E fim.

 *****

Não me contou mais aquela história que me fazia dormir à noite. E acordar para a vida.
Simples assim, partiu. Tudo.

E vi três pontosfinais seguidos atravessando as retinas após dois:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s