TPM tem remédio (mas pode ser amargo)

Novos estudos sugerem que anticoncepcionais e antidepressivos são capazes de evitar o sofrimento cíclico de boa parte das mulheres. Mas, ATENÇÃO: leia calmamente os prós e os contras de cada método, pois o que não acaba com a libido, engorda…
Brincadeiras à parte, este é um assunto SÉRIO, e realmente só quem sofre deste mal é que sabe do que estou falando: brigas com o namorado, oscilações de humor, choro compulsivo durante a propaganda da Doriana, desejo absurdo de atacar a prateleira de doces do supermercado, ameaçar de morte o pagodeiro ao lado que não para de fazer batuques no ônibus (e acreditar ser capaz de matá-lo se aquele barulho insuportável não acabar), enfim, são sintomas que podem ter 2 explicações: ou você É louca (não precisa terminar de ler a matéria) ou, se os sintomas acabam quando acaba seu ciclo menstrual, significa apenas que vc tem TPM. Então, se este for o caso, amiga, saiba que vc tem em mim alguém que lhe compreende perfeitamente.
E, por favor, se você já fez ou está fazendo algum tipo de tratamento para deixar de ser a mulher-Monstro durante aqueles 3 dias por mês: avise-me! Cansei de terminar namoros sempre seguindo a tabelinha maldita… HELP!
(A matéria abaixo foi tirada da Revista Época)
*********************
VIDA NOVA
A professora Ranielle, de 26 anos, em São Paulo. Depois do tratamento, acabaram as oscilações de humor. “Até o namoro melhorou”

Irritação e ansiedade. Dores nas mamas e na cabeça. Inchaço, compulsão por doces, choro sem motivo. Conhece a sensação? Todos os meses grande parte das brasileiras convive com algum – ou vários – dos 150 sintomas relacionados à tensão pré-menstrual, a famigerada TPM. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas e do Centro de Pesquisa em Saúde Reprodutiva da cidade, que envolveu 860 brasileiras com idade entre 18 e 35 anos, revela que aproximadamente 80% das mulheres sofrem ou já sofreram com a TPM. A pesquisa mostrou, também, que 58,2% das entrevistadas com sintomas físicos e emocionais nunca haviam se queixado no consultório. O motivo? Vergonha.

Embora se manifeste em qualquer faixa etária, a pior fase da TPM tende a ocorrer entre os 35 e os 45 anos, quando os sintomas físicos e psicológicos se intensificam. As mais sortudas enfrentam esses dias sem tanto abalo, com o auxílio de analgésicos, anti-inflamatórios ou a ingestão diária de cápsulas de ácidos graxos, uma substância que reduz pela metade os desconfortos da TPM leve. Porém, para 35% da população feminina acometida por sintomas moderados ou severos, a menstruação provoca enorme desconforto. s

A piauiense Ranielle Leal Moura, de 26 anos, era parte desse grupo. “Penava com cólicas e uma tristeza sem explicação desde os 14, quando menstruei pela primeira vez”, diz ela. “Ficava agressiva, ansiosa e irritada com todos ao redor.” No fim de cada ciclo, a vida voltava ao normal, e a professora universitária conta que se sentia como os personagens do livro O médico e o monstro. O pesadelo acabou há dois anos, quando seu ginecologista recomendou uma pílula anticoncepcional de uso contínuo. “Agora, só menstruo a cada seis meses, e tudo flui bem. Acabaram os sintomas e o rendimento no trabalho aumentou”, diz ela. “Até o relacionamento com meu namorado melhorou.”

   Reprodução

O uso de anticoncepcionais é umas das novidades que a medicina oferece no tratamento da TPM. “A cada nova geração os medicamentos se aperfeiçoam”, afirma a ginecologista Mara Diegoli, coordenadora do Centro de Apoio à Mulher com Tensão Pré-Menstrual, do Hospital das Clínicas de São Paulo. “Hoje, os ginecologistas têm opções para oferecer um bom tratamento, com o mínimo de efeitos colaterais.”

Para jovens com menos de 30 anos e não fumantes, os médicos estão recomendando anticoncepcionais orais de uso contínuo, com estrogênios e progestogênios. Já o implante de etonogestrel no antebraço costuma ser a primeira opção indicada para mulheres na faixa dos 35 anos que precisam de anticoncepcionais e têm TPM intensa. “Esse método interfere pouco com a libido”, afirma Mara. “Em pesquisas no Centro de Apoio, ele foi usado em 100 mulheres e somente 14% pediram para retirá-lo depois de um ano.”

O tratamento varia de acordo com a idade e os hábitos da mulher – além da intensidade da síndrome

Nem sempre os anticoncepcionais são a solução. Há casos em que as mulheres padecem de uma “super-TPM” – uma doença grave chamada de transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM). Ela atinge de 3% a 9% da população feminina e é caracterizada por alterações incapacitantes no humor e no comportamento. Portadoras do transtorno mergulham num poço de ansiedade, angústia e tristeza dias antes de menstruar. “Muitas mulheres chegam a agredir fisicamente maridos e filhos nesse período. O quadro pode ser confundido com bipolaridade”, diz o psiquiatra Joel Rennó Jr., coordenador do Projeto Pró-Mulher, desenvolvido pelo Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Um dos obstáculos ao diagnóstico da super-TPM é a discriminação. A doença ainda é banalizada, classificada como frescura feminina e histeria. “Quando tratadas, o sentimento de alívio das pacientes é imenso. A maioria diz que não se lembrava de como era viver em paz”, diz Rennó. O tratamento costuma ser feito com medicações antidepressivas e ansiolíticas – e também com terapia, por um período médio de dois anos. Estudos recentes mostram que o uso de antidepressivos à base das substâncias fluoxetina e sertralina tem sido eficaz tanto no tratamento dos sintomas físicos quanto dos psicológicos, como irritação, depressão e agressividade.

A ginecologista Mara é enfática ao afirmar que a TPM é multifatorial e não existe um tratamento único que sirva para todas as mulheres e todos os tipos de sintoma. Em quadros leves, exercícios físicos, acupuntura e controle da alimentação podem resolver. “Para os outros, temos opção de medicamentos seguros”, diz ela. O importante é saber que a medicina já oferece ajuda para as mulheres deixarem de sofrer de TPM no século XXI.

About these ads

18 comentários sobre “TPM tem remédio (mas pode ser amargo)

  1. Ok, eu sempre quero assassinar com requintes de crueldade o mané que deixa o celular tocando Lady Gaga (aqui, graças ao bom Deus, não tem pagode, axé, funk, sertanejo universitário) no trem… Não tem período do mês em que isso se acentua… É sempre… Sou louca? risos…

    Olha, eu que tenho uma melhor amiga (tipo, VOCÊ) e uma irma que sofrem de TPM (TDPM talvez?) sei bem como é ver o médico virar monstro num período do mês e ainda ser culpada por isso!!! haha

    Mas é dureza resolver um problema ganhando outros… Você resolve a TPM, mas engorda, ou sangra… Péssimo!

  2. Pois é, amiga: somos vítimas dos nossos hormônios, e isso não me deixa nada feliz. Afinal, não é exatamente divertido sofrer horrores mesmo quando se assiste a uma comédia romântica na TV, não é mesmo?

    Mas é como eu te disse: para ser tarada e sarada, melhor aguentar os malditos 3 dias/mês de monstruosidade. No mais, talvez chocolate belga a preço de Cerrefour ajude a passar o tempo mais rapidamente… =P
    (Preciso viajar… hahaha)

  3. Eu tenho uma tpm visceral… E geralmente ela começa três dias antes da pausa do anticoncepcional e se estende pelos 3 dias seguintes depois da pausa. Eu ja cheguei a encher de tabefes em uma mulher que me empurrou no trem no meu ápice da tpm… Tudo me irrita!Depois… vem o choro compulsivo!!!
    Depois que passa, das duas uma: Ou eu fico me achando um monstro pelo que fiz antes, por que volto ao meu estado normal, ou então morro de rir da minha própria cara….
    O lápis me irrita, uma pergunta me irrita, o pagodeiro, o arroz, o gato, o computador, a aula da faculdade com viagem, hospedagem e comida gratuita em ilha grande,bahhh: me irrita! meu namorado e minha mãe, nem preciso falar né…
    Algo que me deu algum alívio foi o Óleo de Prímula(Oenothera biennis)… Ele é um santo remédio pra muitas mulheres! Mas tomando o mês todinho…(ajuda a emagracer tambem).
    Só que quando chega o fim de período na faculdade nem isso resolve… Tô pensando em fazer um teste com prozac! Ele tem sido usado pra tpm e não é um remédio viciante.
    Já ouviu falar de alguém que tomou esse remédio pra tpm?
    Enfim…
    Um abraço.

  4. Uau, Jaqueline! Fui eu oi foi vc quem escreveu este comentário?? Rsrs.
    Sei BEM como é tudo isso, acredite!
    O Oléo de Prímula não me fez nem cócegas, mas também esquecia de tomá-lo por diversas vezes… Vou tentar retomar, assim como a pílula.
    Prozac no tratamento da TPM? Sabe quem indica? O psiquiatra ou o ginecologista? (Sério, não sei, se souber me avisa, please). Se não estiver na lista dos medicamentos que ou engordam ou tiram a libido, tou super dentro!! =P
    Um abraço e volte sempre!

  5. Sei bem o que é isso, me transformo todo mês em uma louca kkkkkkkkkkk… E o pior de tudo que é no mínimo 7 dias, pq se ela atrasar tenho que aguentar mais tempo de tpm. É um sofrimento danado. Fico sensível a tudo, barulho então nem posso ouvir, não gosto de responder perguntas, fico toda dolorida, cabeça pesada, pernas cançadas e pra levantar de manhã é difícil d+. O marido é o mais atingido rsss… nem pode falar nada comigo, já leva má resposta e se me tocar então aff… piora pq até carinho me irrita rsss… e como muuuuiiiiiiiito chocolate, mas muito mesmo.
    Como mulher sofre!!!

  6. vixi amigas , sei como e isso, sofro todos os meses duas semana antes, quando desce a mestruação e um aliviu, apesar das dores nas penas , cólicas e cansaço fisico, mas isso resolvo com buscopam e anti-flamatório(mimesulida) todos meses e sagrado , senão nem eu mesmo me suporto, e muito dificil, nesse periodo de TPM acabo que pensando ate fazer besteiras, como: sumir no meio do mato , e não aparecer mais, me irrito facil com meus filhos, fico descontrolada, e nesses dias que eles apanham, depois fico com a consciência pesada, é uma loucura. Gostaria de achar uma solução,é um pedido de socorro!!!

  7. Lilain querida vc me fez ri muito quando fala sumir nos matos … ô Deus gente eu sofro tanto com esseproblema que juro que ainda estou viva porque não tive coragem de me matar , mas é horrivel minha vida para perco o sentido das coisas não suporto minha casa , meus filho , nada me dar alegria , não vejo graça em nada tenho vontade de sumir ,beber veneno para que assim acabe com essa angustia que dura anos .. gente do céu eu duvido que no mundo tenha alguem que tenha uma TPM tão forte como a minha , eu não constuo nada … meus sonhos são mortos sou um ser sem vida em meio a uma multidão como se estivesse condenada a morte eu não aguento mais essa vida todo mês duas semanas já estou sentindo quando desce fico melhor ai volto a sonhar e amar meu marido .. depois olha a desgraça dinovo eu não suporto nem um radio tocar , a voz do meu esposo é uma desgraça .. eu tenho pena dele por ter que me aguentar , se eu fosse ele já teria procurado uma outra mulher eu não mereço ele de forma algum .. gente me ajude pelo amor de Deus !!

  8. Calma, meninas, nem tudo está perdido!
    Estou tomando óleo de prímula 3x/dia, durante todo o mês e, já no primeiro dia, tomo buscofem 3x ao dia também (mesmo sem cólica). Já faz 3 meses que não tenho nada, além de irritabilidade crônica. O resto já é (quase) passado. Ah, sim, chocolate SEMPRE ajuda!!
    Beijos a todas! Espero que funcione com vcs também e, quem tiver mais dicas, agradecemos MUITO… ;-)

  9. Querida Maria Reginalda, saiba que tem alguém no mundo que também se sente exatamente como você.
    Duas semanas do mês pelo ao menos me vejo transformada em um monstro…
    Agrido meu marido com palavras e tapas, atiro coisas pela casa, desconto o ódio no meu filho de apenas 5 anos… aff! Só de pensar, já estou enlouquecendo, agradeço a DEUS pelo marido que tenho, ele me ajuda muito e tem paciência comigo.
    Mas já fiz coisas que me pesam a conciencia até hoje, uma vez agredi meu filho descontroladamente porque ele me disse que não queria ir a escola, me arrependo amargamente.
    Quando me vi no fundo do poço, procurei um gineco e contei detalhes do meu caderninho negro a ele e, pedi que pelo amor de DEUS que me ajudasse, estou fazendo uma bateria de exames para saber tudo o que tenho e a quantas andam meus hormônios, mas estou confiante, não quero que minha vida continue esse inferno.
    Juro que pensei em procurar um psiquiatra, mas depois que procurei saber mais sobre a TPM, me vi como todas as outras que sofrem do mesmo problema.

    Firmeza meninas!!! Juntas venceremos!! Estou bem melhor agora, depois de compartilhar meus problemas com vocês…. Ufa!

    Beijos

  10. Por um acaso encontrei essa luz aqui,infelizmente ontem tive um dos meus acessos de ira,por conta da tpm,agredi meu namorado,discuti com minha mãe,e agora estou aqui,me sentindo o pior ser do mundo…não aguento mais viver assim…o que posso fazer?

  11. Eu acabei de sair de um site onde indicavam um medicamento chamado active woman, basicamente a base de óleos graxos, vcs ja ouviram falar disso? diz que opera milagres pra mulheres que sofrem de TPM, como eu eu. Isso está acabando com meu casamento, meu marido sofre com minhas crises de choro e agressividade.

  12. Gentemmmm estou no auge da malditaaaa e quando estou assim até o vento que bate no meu rosto me irrita o sol me irrita, o marido o filho o trabalho os afazeres domesticos o gato os cachorros o padeiro o leiteiro affff pensei em tomar algum remedio vi falar que agua de melissa é bom alguem ai ja testou? bjummmmmmmmmm

  13. olha a coisa não é brincadeira! já peguei a té faca de cozinha. eu siinceramente não sei onde isso vai parar.meu filho de 14 anos é perito em tpm.. ainda bem, sua esposa não vai ter do quê reclamar,ele já vai saber.no fundo quero sair ir embora e nunca mais voltar! esse è meu pensamento mais recorrente. não è isso, alguèm concorda comigo

  14. eu sofro de tpm a mais de 20 anos, crises de agressividade graves, é como seu en construísse um castelo e todos os meses, naqueles dias, eu o destruísse e tivesse que reconstruir após. Perdi todos os homens com quem me relacionei, muito por conta da agressividade nestes dias, que também chega ao ponto da agressão. Porque tanto preconceito com o assunto,? pq. tanta falta de esclarecimentos e estudo? As coisas melhoraram muito desde que passei a tomar o antidepressivo zoloft 15 dias antes e agora estou com o lexapro. Melhorei demais, podem acreditar, somente estas medicações me ajudaram

  15. Meninas, eu melhorei quase que 100% de um mês para cá! Fui a um médico recomendado por uma colega de trabalho que sofria do mesmo problema e ele me pediu um exame de ultrassom com preparo intestinal (saiu caro porque não tenho plano de saúde, mas valeu a pena!) e um exame de HORMÔNIOS que eu NUNCA havia feito na vida! Acreditem: meus hormônios estavam 5 (CINCO) vezes mais altos que os de uma mulher normal em TPM!
    O médico, claro, ficou indignado por nenhum outro médico ter me pedido tal exame que eu nem sabia que existia… Enfim. Soluções possíveis: implantar a Mirena e parar de menstruar; tomar pílula Gestinol 28 ININTERRUPTAMENTE forever. Por enquanto, estou tentando a pílula, que se compra facilmente em farmácias, mas eu ainda indico FALEM COM SEUS MÉDICOS ANTES de tomarem qualquer decisão!
    Digo isso porque quero que saibam que EXISTE, sim, tratamento para a TPM! Se eu me curei, acreditem, qualquer uma se cura!!! E viva os relacionamentos LONGOS depois da cura ;-)

  16. Eu preciso de ajuda como Todas vocÊs.
    É horrível estar briganmdo com as pessoas , e vc sabe que não é o certo, mas vc não consegue parar, esta noite brigeui com meu namorado e hj me sinto a piuor pessoa do mundo, temos dias de puro amor e compreensão,. daí chega a visita mensal indesejada e estraga tudo! Peço a Deus sempre que meu namorado consiga junto comigo superar esses dias que são sempre mto dificeis e exaustantes. Estou pensquisando remédios, preciso de algo URGENTE ! Isso faz um mal muito grande, nesses dias parece que o mundo para de gerar energias positivas e fico mega pra baixo, meio que ninguem me ama, ninguem me entende , e o pior é q não contente em estar triste, sempre deixo todas a minha volta tbm, pq eu mudo muitooo..
    Queria ser eu todos os dias, alguem pode me ajudar ?
    As pessoas que nos cercam nao merecem isso, são sempre compreensivas, queria poder retribuir .
    Estou pesquisando pílulas contínuas, mas disseram que nao mudam das que fazem pausas, prozac, fluoxetina, pílulas…. o que TOMO ???

    SOCORRO MENINAS !

  17. Olá, Meiriane, bem-vinda!
    Como eu disse no meu comentário anterior, estou tomando, há alguns meses, a pílula de uso contínuo Gestinol 28. Estava com endometriose nível 4 (são 5 níveis) e NUNCA mais tive crises de cólicas nem de TPM!!! Fale com seu médico sobre ela e experimente tbm.. ;-)

  18. Há alguns anos atrás, se alguém me falasse em TPM, eu diria que era frescura de mulher desocupada e carente, que se aproveita da bendita menstruação pra chamar a atenção, e poder dizer tudo o que tem vontade com a desculpa de que a culpa é da TPM.
    Mas depois que fiz 30 anos, minha teoria caiu por terra, hoje quase morro á cada 10 dias antes de menstruar. Como se não bastasse os problemas físicos, como dores de cabeça, cólicas, constipação intestinal, náuseas e enjôos, 3,5 Kg exatos à mais na balança, ainda tenho que lidar com uma oscilação de sentimentos. Ora estou profundamente irritada, com raiva do marido, do chefe, do colega, do toque do telefone, do barulho do teclado, do espirro alheio, ora estou profundamente triste, com vontade de sumir e nunca mais olhar pra trás. Tenho vontade de desaparecer feito fumaça, não olhar pra ninguém, ficar trancada no escuro chorando.
    Falta-me todo o animo de vivier, não me arrumo, não consigo me concentrar, brigo e xingo todos o tempo todo. Choro por nada, na hora do banho, sento no chão e fico horas chorando. No horário de serviço, vou até o arquivo, me escondo e choro sem motivos.
    Não sei o que fazer, ao mesmo tempo tenho muita vergonha, pois muitos pensam da maneira que eu pensava antigamente. Até uma ginecologista que procurei há uns meses atrás me disse que não poderia ser tão forte assim os sintomas da TPM, que provavelmente eu estaria com problemas psiquiátricos, (ainda bem que neste dia eu não estava de TPM, se não ela ia ver só, rsrsrsr).
    Sei que é TPM, porque quando a menstruação vem tudo volta ao normal, sou a pessoa maravilhosa, vaidosa, tranqüila e modesta, que sempre fui… hehehe.
    Marquei novamente uma consulta, com outro médico, espero que tenha uma luz pra mim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s